2002 – Multidão enche a avenida no Carnaval em Almada

S51
Fevereiro 2002
O Sol de Primavera que ontem à tarde se fez sentir e o apelo de um Carnaval com cerca de mil participantes juntaram uma multidão na Avenida Nuno Álvares Pereira, em Almada. Defendendo temas tão diversos como “Terrorismo? Não, obrigado!”, “Eurolândia”, ou “Fantasia Azul e Rosa”, as 11 “escolas” que desfilaram, sambaram também para vencer. É que o Carnaval desta cidade da Margem Sul é ao mesmo tempo um concurso, cujo júri irá definir no próximo dia 15 o desfile vencedor, o segundo e terceiro classificados, bem como os melhores nas categorias de carro alegórico, traje, humor e coreografia. Para a principal avenida de Almada, a Associação de Solidariedade e Desenvolvimento do Laranjeiro levou os engarrafamentos diários de acesso a Lisboa ao escolher o tema “O Trânsito na Ponte 25 de Abril”. Os 45 participantes mascararam-se de automóveis, com piadas como: “Para gozar o prazer da lentidão passe as férias no garrafão”, ou então “Sim às horas de ponta. Assinado por Associação dos Motoristas sexualmente activos”. Da Trafaria veio o maior grupo de participantes, 150, da Escola da Corvina. O tema representado na avenida foi “25 anos de sonho e realidade”, numa auto-homenagem à própria escola, que comemorou as Bodas de Prata no Carnaval de Almada, fazendo desfilar um bolo de aniversário gigante, rodeado de crianças vestidas de prendas, rebuçados, bombons e garrafas de sumo. Com 130 participantes esteve presente o Centro de Assistência Paroquial de Almada, cujo título do desfile foi “Almada Mãe Galinha”, envergando os foliões fantasias de galinhas, galos e pintos, “numa homenagem aos pais que tentam proteger e resolver os problemas dos seus filhos”, segundo disse ao CM, Dália Tavares, uma das orientadoras do desfile. Alexandra Paços, que assistiu ao passar dos foliões disse não ter dúvidas de que “o Carnaval está cada vez melhor organizado e grandioso”. Acompanhada do marido e do seu filho, Artur, de cinco anos, Alexandra Paços acrescentou que no final do desfile iria ainda assistir ao concerto de Raul Marques e os Amigos da Salsa, na Praça São João Baptista. O Carnaval de Almada contou ainda com o grupo de animação Artelier, cujos actores recriaram de uma forma vanguardista caretos e gigantones, aliens e piratas, num trabalho que contou com cerca de 50 actores.

Correio da manhã

CAPA3

Gabriel Quaresma

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s